MTV Brasil pode ser vendida e extinta do País


 Abaixo dos resultados esperados, a MTV Brasil não melhorou sua situação financeira nem mesmo com a redução de gastos e foi colocada à venda pelo Grupo Abril há dois meses, segundo informações publicadas pelo jornal Folha de S. Paulo desta quinta-feira. As negociações podem dar um novo rumo ao canal musical, que pode ser vendido para outros grupos ou devolvido para a dona original da marca, a americana Viacom.

A rede nacional da MTV tem mais de 30 afiliadas, nas frequências VHF e UHF, nas principais regiões do país. Apesar da grande especulação de grupos religiosos, quem estaria à frente das conversas para a compra seria um grupo de investidores internacionais. Além do sinal de TV por todo o país, o pacote deve incluir o prédio onde a MTV está sediada, na zona oeste de São Paulo, de acordo com a publicação. Com a venda da rede, o grupo Abril, que tem os direitos da marca MTV Brasil licenciado até 2018, pode renegociá-la com a Viacom, interessada em manter o título no país, batizando um de seus canais na TV paga. 
Se isso acontecer, a atual programação da rede deve ser extinta. Em contato com a Folha de S. Paulo, o Grupo Abril, via assessoria, disse que não vai se pronunciar sobre o assunto. A Viacom também não se pronunciou.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário