Unesco reconhece Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade


Unesco reconhece Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade
Brasília detém a maior área tombada do mundo: 112,5 quilômetros quadrados (Foto: Alexandre R.Costa/CC)

A Unesco reconheceu Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade em reunião realizada ontem (28), na Rússia. Os integrantes do Comitê de Patrimônio Cultural aprovaram documento baseado em relatório produzido em março deste ano por consultores ligados à Unesco que vieram fazer avaliação da cidade.
De acordo com o governo do Distrito Federal (GDF), as recomendações feitas pela Unesco, como assegurar as características originais do projeto urbanístico de Brasília e proibir construções em área verde, já estão inclusas no Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCUB), em fase de elaboração. O plano pretende garantir os princípios do projeto piloto de Lúcio Costa, responsável pelo projeto urbanístico da capital.
As iniciativas em andamento para a preservação da cidade incluem a revitalização da W3 Sul e dos setores hoteleiros, a construção da Esplanada dos Museus, a implementação de jardins e outras obras no canteiro central do Eixo Monumental.

Segundo Rafael Oliveira, secretário interino da Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano (Sedhab) do DF, o relatório é também uma forma de orientar o governo nas ações de preservação do conjunto urbanístico tombado. Para ele, o título de Patrimônio Cultural não é uma responsabilidade só do governo, mas de todo o povo brasileiro.
O GDF, em conjunto com o governo federal, irá tomar medidas necessárias para a apresentar à Unesco, em fevereiro de 2013, um relatório com os avanços na política de preservação da capital como Patrimônio Cultural da Humanidade. A próxima avaliação do Comitê do Patrimônio Mundial será em junho de 2013. Brasília detém a maior área tombada do mundo – 112,5 quilômetros quadrados – e é o único bem contemporâneo que faz parte da lista de Patrimônio Mundial. O título foi concedido há 25 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário