Capital paulista sofre com baixa umidade do ar.

A Defesa Civil da cidade São Paulo decretou estado de atenção devido à baixa umidade do ar, que chegou a 27% na manhã de hoje (30). Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE) a previsão é que a situação piore à tarde, podendo chegar a 20% em torno das 15 horas. Na tarde de ontem (29), foi decretado estado de alerta quando a umidade do ar caiu para 19%.


A umidade também é baixa neste momento no norte do estado. A mínima prevista para o período da tarde nas cidades da região é 25%, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Nos municípios da região central, a situação é menos preocupante, com previsão mínima de 32%.

O tempo seco aumenta o volume de dióxido de enxofre e material particulado no ar, podendo ocasionar o surgimento ou agravamento de doenças respiratórias, cardiovasculares e oculares, principalmente em idosos e crianças. A Defesa Civil orienta a população que nessas condições evite exercícios físicos ao ar livre entre as 11h e as 15 h, umidifique o ambiente, permaneça em locais protegidos do sol e consuma bastante água.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), quando a umidade relativa do ar está entre 20% e 30%, é decretado estado de atenção; se estiver entre 12% e 20%, considera-se estado de alerta; e quando os níveis chegam a menos de 12%, a situação será emergencial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário