Música que Chico fez para Thaís Gulin é autobiográfica

Acabei de sair de uma entrevista com Thaís Gulin, a new face da MPB. Anotem aí o nome porque ela vai longe.
Se vocês acreditam, como Vinicius de Moraes, que São Paulo é o túmulo do samba, imagina então o que ele diria de Curitiba. Mausoléu do samba? Catacumba do samba?


Thaís Gulin não aceita a provocação. A música entrou na vida dela de um jeito tão natural que nem dá para dizer – é Thaís quem afirma – que o samba é daqui ou dali, de tal lugar ou de outro (os baianos dizem que o samba começou lá, os cariocas, vocês sabem, nem discutem).
De todo modo, a avó materna dela era da Vila Isabel.
Ela acaba de lançar o CD ôÔÔôôÔôÔ (me desculpa, Thaís se esqueci algum O ou exagerei na conta). Ele compôs antes de um desfile da Mangueira. É uma exaltação ao samba e ao Rio.
Tem também música feita para ela (e cantada em dueto) por seu parceiro Chico Buarque. Chama-se Se eu soubesse. É escandalosamente autobiográfica. Vale a pena ouvir (baixar).

fonte:http://noticias.r7.com/blogs/nirlando-beirao/2011/07/27/musica-que-chico-fez-para-thais-gulin-e-autobiografica/

Nenhum comentário:

Postar um comentário